google-site-verification=7236xgf1xBcLF-qnHIJPodM9cH-tnLavu7fRMEvckIs

Trombose Venosa Profunda. Vamos evitar?

February 23, 2017

A Trombose, como é conhecida, anualmente causa mais mortes do que o câncer de mama, o câncer de próstata e os acidentes automobilísticos, segundo estudo europeu, que avaliou, em 2005, em 25 países, a incidência de casos ocorridos por ano  e a taxa de mortalidade.

 

Na União Européia, são registrados 1,5 milhão de casos todos os anos, com, aproximadamente 500 mil mortes.

 

Nos Estados Unidos, segundo registros da American Heart Association, ocorrem cerca de 2,6 milhões de casos  ano.

 

No Brasil, um estudo realizado pela Unesp de Botucatú, por Maffei FH, ET AL., em 1980, publicado na revista da AMB, mostrou  0,6 casos de trombose venosa, para cada 1.000 habitantes; desses, 19,1% evoluem para Embolia Pulmonar, cuja taxa de mortalidade girou, nesse estudo,  em torno de 3,7%.

 

Segundo dados colhidos do Sistema Único de Saúde, entre os anos de 2008 e 2010, foram acometidos do mal e, de sua principal complicação, a Embolia Pulmonar, cerca de 86.000 pessoas, com um índice de mortalidade de 2,38%; foram gastos, no diagnóstico e tratamento desses pacientes, aproximadamente R$ 46.000.000,00.

 

O site trombose.com, traz uma explicação muito prática e de fácil entendimento, de como acontece o processo; “ devido a diversos fatores, que veremos adiante,  o sangue pode coagular dentro de uma veia, formando um  coágulo, conhecido como trombo, que pode causar  uma oclusão parcial ou total do vaso, que chamamos trombose venosa, o que impede a circulação do sangue;   uma série de sinais e sintomas então aparecem, tais como dor, calor, vermelhidão, inchaço, comprometimento da deambulação e outros.


A sua ocorrência é maior nas veias dos membros inferiores e superiores, porém,  pode ocorrer primariamente em outros vasos do corpo, ou ainda  como resultado de complicação da trombose venosa profunda, a grave embolia pulmonar, quando o coágulo se desprende da veia, segue pela circulação sanguínea e para no pulmão, podendo levar a morte. Nessa situação, sintomas como dor no peito aguda, falta de ar, coração acelerado e tosse, com ou sem sangue, aparecem frequentemente.


A probabilidade de ocorrer a formação de coágulo no interior do vaso, depende da presença fatores de risco, isolados ou associados, como: idade acima de 40 anos, obesidade, traumas, fraturas, situações, como o câncer ou pacientes que perderam muito sangue de forma aguda, que aumentam a coagulação do sangue, assim como a presença de varizes, tabagismo, uso de anticoncepcional, reposição hormonal ( medicamentos usados para a menopausa ), gravidez, pós parto, acidente vascular encefálico ( AVC ), situações que diminuam a circulação no interior da veia, como quando alguém permanece engessado, acamado ou sentado por muito tempo, como ocorre em viagens prolongadas ou mesmo nos escritórios e lesões na parede interna dos vasos.


O objetivo principal deste texto é esclarecer aos leitores a importância dessa doença, como suspeitar da sua presença e chamar a atenção, para a necessidade de procurar um profissional médico, quando de sua ocorrência, mas também informar, que podemos colaborar muito, para a sua prevenção.

 

Cuidados: Não fumar e, nunca associar fumo e anticoncepcional ou reposição hormonal. 

 

Dicas de Saúde/ Prevenção: Perder peso, exercitar-se regularmente e caminhar.

 

Se tiver que permanecer muito tempo sentado, movimentar a articulação dos tornozelos de ambos os pés, para baixo e para cima, como se estivesse acelerando e desacelerando um carro, periodicamente; se muito tempo acamado, movimentar os pés e as pernas regularmente.

Diante de viagens prolongadas e fatores de risco outros presentes, algumas medicações, poderão ajudar muito, assim como meias elásticas, que inclusive, podem ser muito úteis em outras situações.
 

Mantenha a sua saúde em dia, seu bem mais precioso. Procure o seu médico regularmente!

 

Dr. Ronaldo Gomes Vasque.

CREMESP: 65.102

Médico Cardiologista e Hemodinamicista, Instrutor dos cursos BLS e ACLS da American Heart Association - AHA, Facultado do Curso ACLS do IPATRE

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts

LOJA DE CURSOS

IPATRE capacita Staff do Colégio ARBOS - Atendendo a Lei nº 13.722 (Lei Lucas)

April 9, 2019

1/3
Please reload

Últimos Posts

May 25, 2017

Please reload

  • White LinkedIn Icon
  • White Instagram Icon

© Copyright 2016 por Ipatre

Contato

Tels: 11 4902-1911 I 11 4423-1541

WhatsApp: 11 97691-4685

Email: contato@ipatre.com.br

Unidade de Ensino

Rua Marechal Hermes, 44

Bairro Jardim - Santo André

SP - CEP: 09090-230